Imagens do Acervo

  • Retrato de Otávio Marcondes Ferraz. S.l., s.d. (Arq. OMF foto 210/22)

  • Retrato de Otávio Marcondes Ferraz. S.l., s.d. (Arq. OA foto 210/54)

  • Otávio Marcondes Ferraz (de chapéu branco) no início da construção de Paulo Afonso. Bahia, entre 1948/1949. (Arq. OMF foto 141/2)

  • Palestra de Otávio Marcondes Ferraz na Sociedade Mineira de Engenheiros sobre a construção de Paulo Afonso. Belo Horizonte(MG), 16/10/1950. (Arq. OMF foto 008/2)

  • Otávio Marcondes Ferraz assina documento durante cerimônia de posse no cargo de Ministro da Viação e Obras Públicas. Rio de Janeiro, abr/1955. (Arq. OMF foto 013)

  • Exposição de Otávio Marcondes Ferraz na TVRIO sobre o problema da Companhia Hidrelétrica do Vale do Paraíba (CHEVAP). Rio de Janeiro, 30/08/1965. (Arq. OMF foto 052/2)

  • Tradução do francês do diploma de engenheiro eletricista de Otávio Marcondes Ferraz. (Arq. OMF dp 1918.11.01)

Otávio Marcondes Ferraz

Sigla: OMF

Dados Biográficos

Titular: Octavio Marcondes Ferraz

Filiação: Otaviano Marcondes Ferraz e Rosa Marcondes Ferraz

Nascimento: 23/11/1896, São Paulo, SAO PAULO, Brasil

Cônjuge: Marieta Castelo Branco Marcondes Ferraz

Falecimento: 8/2/1990, São Paulo, SAO PAULO, Brasil

Formação Acadêmica

  • Ensino Superior (graduação), Engenharia, Instituto Eletrotécnico de Grenoble, Grenoble (França), 1918

Principais Atividades

  • Diretor, Companhia Hidrelétrica do São Francisco 1948,1960
  • Membro de delegação, Conferência Mundial de Energia 1951,1951
  • Ministro de Estado, Ministério da Viação e Obras Públicas 1955,1955
  • Membro de delegação, Conferência Mundial de Energia 1956,1956
  • Presidente, Centrais Elétricas Brasileiras - Eletrobrás 1964,1967

Outras Atividades

Professor do Instituto Eletrotécnico de Itajubá-MG (1920-1922); engenheiro-chefe do departamento técnico da Central Elétrica de Rio Claro-SP (1922-1923); engenheiro responsável pelas obras da região do vale do Paraíba da Light and Power Co.-SP (1928), fundou o primeiro escritório de consultoria e planejamento técnico do país - Escritório Técnico OMF (1928-1984); membro das delegações brasileiras à Reunião do Economic and Social Council - Ecosoc, da ONU, em Genebra (1956), e à Conferência Internacional das Grandes Redes, em Paris (1956, 1958 e 1960). Membro da Societé des Ingénieurs Civils de France, da American Society of Civil Engineers e do conselho diretor do Clube de Engenharia do Rio de Janeiro, Diretor da Rhodia Indústrias Químicas e Têxteis S.A. e presidente da Oxigênio do Brasil S.A.

Documentos Textuais

  • Manuscritos - 2557

Documentos Impressos

  • Livros - 63
  • Capítulos de Livros - 1
  • Periódicos - 10
  • Exemplares de Periódicos - 12
  • Artigos de Periódicos - 8

Documentos Audiovisuais

  • Iconografia
    • cartão postal - 9
    • cartão postal + foto - 213
    • desenho - 2
    • diapositivo - 304
    • foto - 2290
    • imagem impressa - 1

Análise da Documentação

DOCUMENTOS TEXTUAIS: o arquivo encontra-se organizado em 9 séries: DOCUMENTOS PESSOAIS, CHESF, MINISTÉRIO DA VIAÇÃO E OBRAS PÚBLICAS, ELETROBRÁS, ESCRITÓRIO TÉCNICO OMF, PRODUÇÃO INTELECTUAL, CORRESPONDÊNCIA, DIVERSOS E RECORTES DE JORNAIS. O arquivo retrata as atividades públicas e privadas do titular, fornecendo importantes subsídios sobre o setor de energia elétrica no Brasil. Aproximadamente metade dos documentos diz respeito à atuação de Marcondes Ferraz como diretor técnico da Chesf. Destaca-se vasto material sobre a construção da usina de Paulo Afonso, além de informações de caráter administrativo sobre a constituição, organização e funcionamento desta Companhia. A documentação relativa ao Ministério da Viação e Obras Públicas contém registros sobre a participação do titular na resistência do governo Carlos Luz ao Movimento do 11 de Novembro de 1955. O arquivo reúne expressivo material sobre a compra das empresas pertencentes ao grupo Amforp pela Eletrobrás, efetivada durante a gestão de Marcondes Ferraz na presidência da estatal. Inclui também documentos referenes às atividades do titular à frente do Escritório Técnico OMF, merecendo destaque o projeto de aproveitamento hidrelétrico da cachoeira de Sete Quedas, no rio Paraná, elaborado em 1962, a partir de solicitação do Ministério das Minas e Energia. Constam ainda discursos e conferências do titular sobre temas relacionados à energia elétrica bem como correspondência trocada com personalidades do meio político tratando de aspectos da política nacional. Período abrangido: 1918-1989.

Descrição do Conteúdo das Séries

Companhia Hidrelétrica do São Francisco
1945 a 1965 1563

Correspondência
1904 a 1989 171

Diversos
1921 a 1990 114

Documentos pessoais
1918 a 1979 15

Eletrobrás
1961 a 1967 199

Escritório técnico OMF
1934 a 1985 446

Fotografias
1910 a 1986 2819

Ministério da Viação e Obras Públicas
1955 a 1955 27

Produção intelectual
1937 a 1987 22