Imagens do Acervo

  • Retrato de Virgílio de Melo Franco. S.l., s.d. (Arq. AA foto 023)

  • Virgílio de Melo Franco (3º esq./dir. em pé) e outros por ocasião de almoço em homenagem a Pedro Ernesto. Rio de Janeiro, 22/11/1930. (Arq. PEB foto 020)

  • Virgílio de Melo Franco(10º esq./dir. em pé),Pedro Ernesto e outros. Rio de Janeiro, 06/10/1931. (Arq. PEB foto 036)

  • Virgílio de Melo Franco e outros no Jóquei Clube. Rio de Janeiro, entre nov/1930 e mar/1932. (Arq. AA foto 005)

  • Virgílio de Melo Franco entre os membros da bancada mineira do Partido Progressista na Constituinte de 1934. Minas Gerais, 1934. (Arq. RJ foto 003/2)

Virgílio de Melo Franco

Sigla: VMF

Dados Biográficos

Titular: Virgílio Alvim de Mello Franco

Filiação: Afrânio de Melo Franco e Sílvia Cesário Alvim de Melo Franco

Nascimento: 12/7/1897, Ouro Preto, MINAS GERAIS, Brasil

Cônjuge: Dulce de Melo Franco

Falecimento: 29/10/1948, Rio de Janeiro, RIO DE JANEIRO, Brasil

Formação Acadêmica

  • Ensino Superior (graduação), Direito, Faculdade de Direito, Rio de Janeiro (DF), 1918

Principais Atividades

  • Chefe de gabinete, Ministério da Viação e Obras Públicas 1918,1919
  • Oficial de gabinete, Governo municipal do Distrito Federal 1920,1920
  • Fundador, O Dia 1921,1921
  • Deputado estadual, Partido Republicano Mineiro 1922,1930
  • Diretor, O Jornal 1925,1926
  • Revolucionário, Revolução de 1930 1930,1930
  • Fundador, Partido Progressista 1933,1933
  • Deputado constituinte, Assembléia Nacional Constituinte de 1934 1934,1934
  • Fundador, Folha de Minas 1934,1934
  • Deputado federal, Partido Republicano Mineiro 1936,1937
  • Signatário, Manifesto dos Mineiros 1943,1943
  • Membro, Sociedade Amigos da América 1943,1943

Outras Atividades

Membro da comissão executiva do Partido Social Nacionalista de Minas Gerais (1932); líder da bancada progressista na ANC de 1934 (1933); interventor no Banco Alemão Transatlântico (1942-1943); secretário-geral do primeiro diretório da União Democrática Nacional-UDN (1945); presidente da seção mineira da UDN (1946); ocupou cargos na Companhia Nacional de Cimento Portland, no Banco Brasileiro de Crédito, no Banco Mercantil de São Paulo, na Companhia Níquel Tocantins, na Companhia Frigorífico Iguaçu e na Sociedade de Terrenos Urbanos Ltda., autor de três livros, entre os quais "Outubro, 1930" (1931).

Documentos Textuais

  • Manuscritos - 1240

Documentos Impressos

  • Livros - 9
  • Periódicos - 1
  • Exemplares de Periódicos - 1

Análise da Documentação

DOCUMENTOS TEXTUAIS: o arquivo está organizado em 3 séries: CORRESPONDÊNCIA, PRODUÇÃO INTELECTUAL E RECORTES DE JORNAIS. O material apresenta informações que permitem acompanhar a trajetória pública e privada do titular. O maior volume de documentos diz respeito à conjuntura política mineira do período de 1930 a 1933, merecendo destaque a gestão de Olegário Maciel no governo de Minas, a constituição da Legião de Outubro, a crise do Partido Republicano Mineiro e a organização do Partido Social Nacionalista, o movimento constitucionalista no estado, a organização do Partido Progressista e a crise sucessória decorrente da morte de Olegário Maciel. O arquivo possui também alguns registros sobre a Assembléia Nacional Constituinte de 1934, a sucessão presidencial e o golpe de 1937, a crise financeira da "Folha de Minas", o movimento integralista, a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial, a Sociedade Amigos da América, a atuação do titular como interventor no Banco Alemão Transatlântico e o seu afastamento do cargo por ter assinado o Manifesto dos Mineiros em 1943. Constam ainda informações relativas ao movimento de oposição a Vargas, particularmente sobre a formação da UDN. Período abrangido: 1922-1948. DOCUMENTOS IMPRESSOS: o arquivo possui algumas publicações sobre o movimento de oposição ao Estado Novo em Minas, destacando-se o Manifesto dos Mineiros (1943). Período abrangido: 1942-1944.

Descrição do Conteúdo das Séries

Correspondência
1922 a 1948 1168

Produção intelectual
1932 a 1948 72