Vanda Maria Menezes Barbosa

Entrevista

Vanda Maria Menezes Barbosa

Entrevista realizada no contexto do projeto "História do Movimento Negro no Brasil", desenvolvido pelo CPDOC em convênio com o South-South Exchange Programme for Research on the History of Development (Sephis), sediado na Holanda, a partir de setembro de 2003. A pesquisa tem como objetivo a constituição de um acervo de entrevistas com os principais líderes do movimento negro brasileiro. Em 2004 passou a integrar o projeto "Direitos e cidadania", apoiado pelo Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex) do Ministério da Ciência e Tecnologia. As entrevistas subsidiaram a elaboração do livro "Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC." Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007. A escolha da entrevistada se justificou por ser militante do movimento negro, desde o final da década de 1970, e possuir destacado papel na construção do movimento, em Alagoas, e na região Nordeste.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em áudio disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC.
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: Histórias do movimento negro no Brasil - depoimentos ao CPDOC. Verena Alberti e Amilcar Araujo Pereira (orgs.). Rio de Janeiro: Pallas; CPDOC-FGV, 2007.

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Verena Alberti
Amilcar Araujo Pereira
Data: 28/10/2005
Local(ais):
Rio de Janeiro ; RJ ; Brasil

Duração: 2h35min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Vanda Maria Menezes Barbosa
Nascimento: 12/3/1960; Maceió; AL; Brasil;

Formação: Graduada em Psicologia pela Universidade Católica de Alagoas.
Atividade: Foi uma das fundadoras da Associação Cultural Zumbi, em Alagoas no ano de 1979; participou, desde o início da década de 1980, do processo de tombamento da Serra da Barriga, que abrigou o Quilombo dos Palmares, e da criação do Memorial Zumbi; teve um importante papel na construção do Movimento Negro em Alagoas e na Região Nordeste; é policial civil do estado de Alagoas; desde 2002 é secretária de estado, ocupando a Secretaria Especializada da Mulher do Estado de Alagoas.

Equipe

Levantamento de dados: Amilcar Araujo Pereira;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Verena Alberti;Amilcar Araujo Pereira;

Transcrição: Regina Santiago;

Técnico Gravação: Clodomir Oliveira Gomes; Marco Dreer Buarque;

Sumário: Luanna Gentil ;

Temas

Atividade profissional;
Educação;
Família;
Feminismo;
Formação escolar;
Governo Fernando Collor (1990-1992);
Infância;
Maceió;
Militância política;
Movimento estudantil;
Movimento negro;
Polícia;
Política sanitária;
Psicologia;
Saúde pública;

Sumário

Entrevista: 28.10.2005

Origens familiares; infância em Maceió; memórias familiares; trajetória escolar; o vírus HTLV; o curso de Psicologia; o ingresso à Academia da Polícia; o trabalho no presídio; os primeiros contatos com o Movimento Negro; a fundação da Associação Cultural Zumbi; o contato com outros ativistas; as atividades da Associação; as atividades na educação; a constituição do Memorial Zumbi; o tombamento da Serra da Barriga; a fundação do Movimento Negro Unificado (MNU); os encontros nacionais; a expansão da articulação; as dificuldades da expansão; as influências norte americanas; o trabalho na Delegacia da Mulher; o trabalho na Delegacia de Menores como psicóloga; o trabalho no Conselho da Mulher no Governo Collor; a atuação como presidente de um Sindicato de Polícia Civil; o envolvimento com o movimento feminista; o trabalho com prevenção de DST-AIDS; a atuação no Comitê de Saúde da Mulher; o trabalho na Secretária da Mulher; a criação do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher (CEDIM); os debates sobre o Feminismo Negro; o trabalho na perícia; o congresso de Durban; o Movimento Negro atualmente; a questão de formação de quadros na militância; as opiniões sobre a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir); as ações afirmativas; a trajetória do Movimento Negro; conclusões e agradecimentos.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados