Neri Geller

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: GELLER, Neri
Nome Completo: Neri Geller

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:

GELLER, Neri

*dep. fed. MT 2007; 2011; min. Agric. 2014

             

Neri Geller nasceu em Selbach (RS) no dia 7 de novembro de 1968, filho de Edvino Geller e de Teresinha Geller.

Agricultor e empresário rural radicado em Mato Grosso, em 1994 filiou-se ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e em 1996 elegeu-se vereador em Lucas do Rio Verde, reelegendo-se em 2000. Coordenador do núcleo do Pró-soja de Lucas do Rio Verde, em 2006 liderou um movimento de protesto contra a política agrícola e econômica do governo Luís Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), que bloqueou rodovias em vários estados brasileiros. Denominado Grito do Ipiranga, em referência a Ipiranga do Norte, onde o movimento começou, seu objetivo era chamar a atenção do governo e da sociedade para a crise de rentabilidade vivida pelos produtores de soja. As manifestações iniciadas em Mato Grosso e expandiram-se para Mato Grosso do Sul, Acre, Rondônia, Paraná, Goiás, Pará e Bahia.

Em outubro de 2006 candidatou-se a deputado federal por Mato Grosso na legenda do PSDB, obtendo a primeira suplência com uma votação expressiva na cidade de Nova Mutum, uma das maiores produtores de soja do país. Em abril de 2007 assumiu o mandato, após a licença de Telma de Oliveira, decorrente de uma estratégia defendida e implementada por Dante de Oliveira, ex-governador e marido de Telma, com a qual pretendia dar oportunidade a outros correligionários. Exerceu o mandato até agosto seguinte e participou da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Comissão de Educação e Cultura e da Comissão de Viação e Transportes. Em 2008 assumiu a presidência do diretório regional do PSDB no estado, e em julho de 2009 ingressou no Partido Progressista (PP).

Nas eleições de Outubro de 2010, tentou retornar à Câmara, mas os 45.196 votos que recebeu foram insuficientes, rendendo uma suplência.

Em Fevereiro de 2011, assumiu a cadeira de Eliene Lima, que licenciou-se para assumir uma secretaria no governo do Mato Grosso. Permaneceu no exercício do mandato de deputado até Outubro, tendo ocupado neste período a titularidade na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia.

Em 2012, tentou retornar ao cargo por meio de uma ação no Supremo Tribunal Federal, (STF) na qual alegava que o primeiro suplente Roberto Dorner teria praticado infidelidade partidária. O STF, no entanto, julgou a ação improcedente.

No ano seguinte, foi empossado na Secretaria de Política Agrícola, órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. E, em Março de 2014, quando uma reforma ministerial foi levada a cabo em função das eleições subsequentes, foi nomeado pela presidente Dilma Rousseff para suceder Antônio Andrade no comando da pasta.

Deixou o PP e migrou para o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). 

Foi ainda vice-presidente da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso.

 

 FONTES: Portal Assessoria de Comunicação da Cooperativa Agrária. Disponível em: <http://www.agraria.com.br>. Acesso em 15/10/2009; Portal da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso. Disponível em: <http://www.al.mt.gov.br>. Acesso em 15/10/2009; Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www.camara.gov.br>. Acesso em 15/10/2009; Portal do Diário Tucano. Disponível em: <https://www2.psdb.org.br/interna/cotidiano_diario.php>. Acesso em 15/10/2009; Portal do jornal Estado de São Paulo. Disponível em: http://www.estadao.com.br. Acesso em 11/09/2015; Portal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Assessoria de Imprensa. Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br>. Acesso em 15/10/2009 e 11/09/2015; Portal Radiobrás. Disponível em: <http://www.radiobras.gov.br/radioagencia>. Acesso em 15/10/2009; Portal da revista Isto É. Disponível em: <http://www.istoe.com.br>. Acesso em 15/10/2009; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br> acesso em 14/10/2013.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados