Shiguenoli Miyamoto

Entrevista

Shiguenoli Miyamoto

Entrevista realizada no contexto do projeto “Memória das Ciências Sociais no Brasil”, desenvolvido com financiamento do Banco Santander, entre janeiro de 2016 e dezembro de 2020, com o objetivo de constituir um acervo audiovisual de entrevistas com cientistas sociais brasileiros e a posterior disponibilização dos depoimentos gravados na internet. Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Vídeo, com consulta no portal

Tipo de entrevista: História de vida
Entrevistador(es):
Celso Castro
Adriana Marques do Nascimento
Data: 13/3/2020
Local(ais):
São Paulo ; SP ; Brasil

Duração: 1h53min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Shiguenoli Miyamoto
Formação:
Atividade:

Equipe


Transcrição: Lia Carneiro da Cunha;

Conferência da transcrição: Anna Beatriz Oliveira;

Técnico Gravação: Breno Ferreira;

Sumário: Ninna Carneiro;

Temas

Banco do Brasil;
Bolívar Lamounier;
Carlos de Meira Mattos;
Carreira acadêmica;
Centro Brasileiro de Análise e Planejamento;
Centros de pesquisa;
Ciência política;
Ciências Sociais;
Ensino rural;
Família;
Fernando Henrique Cardoso;
Formação escolar;
Geopolítica;
Instituições militares;
Japão;
Obras de referência;
Pesquisa científica e tecnológica;
Pontifícia Universidade Católica;
Portugal;
Pós - graduação;
Relações internacionais;
São Paulo;
Universidade de Coimbra;
Universidade Estadual de Campinas;
Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho;

Sumário

Entrevista: 13/03/2020

Origens familiares; a vinda dos pais do Japão para o Brasil; o trabalho dos pais em fazendas no interior de São Paulo; a comunidade japonesa no Brasil pós-década de 1940; as condições de vida do meio rural; o ensino primário e secundário cursado na cidade de Fernandópolis (SP); lembrança de ajudar o pai no mercado municipal de São Paulo (SP) e o trabalho no Banco do Brasil; o sistema de vestibular na década de 60 e a aprovação para cursar universidade em Portugal; a vida como estudante na Universidade de Coimbra; o ambiente político da universidade em meio ao regime militar português; o percurso que o fez optar pelo curso de Medicina e a decisão de largar o curso e retornar ao brasil, em 1970; o hábito de leitura de jornais japoneses e brasileiros durante a infância e a adolescência; a escolha por cursar Ciências Sociais; o curso de Ciências Sociais na Universidade de São Paulo (USP); os professores do curso; o trabalho junto com os professores Carlos Estevão Martins, Fernando Henrique Cardoso e Bolívar Lamounier; o trabalho no Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) sobre pesquisas eleitorais; a entrada na pós-graduação; a orientação da professora Maria do Carmo Campello de Souza; divergências dentro da Cebrap; a saída da Cebrap; as disciplinas ministradas pelo professor Oliveiros da Silva Ferreira durante a graduação, que incentivaram na escolha do tema da pesquisa do mestrado; a pesquisa no mestrado sobre questões estratégicas militares; a atuação como professor na Universidade São Marcos (UNIMARCO) e na Universidade Estadual Paulista (Unesp); o doutorado e o concurso para professor na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp);o curso lecionado na Universidade Federal do Maranhão (UFMA); o tema de pesquisa do doutorado; seminários sobre relações internacionais e questões militares; o desenvolvimento da pesquisa de doutorado sobre relações geopolíticas brasileiras e internacionais; o Núcleo de Estudos Estratégicos da Unicamp (NEE); a pesquisa sobre administração pública e forças armadas; as mudanças na área de geopolítica no Brasil; a criação do curso de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP); o diálogo entre ciência política, relações internacionais e geografia; obras marcantes; o artigo publicado na revista “A Defesa Nacional”; o contato com as instituições militares; a experiência de assistir a defesa da tese do general Carlos de Meira Mattos.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados