Discurso pronunciado no Clube Militar, do Rio de Janeiro, no dia 24 de junho de 1922, pelo primeiro tenente Anibal Gauyer de Azevedo, oficial do estado maior do Exército, engenheiro militar e civil

Sobre a consulta
Livro/Folheto

Identificação:

Classificação: EAP-267f
Título: Discurso pronunciado no Clube Militar, do Rio de Janeiro, no dia 24 de junho de 1922, pelo primeiro tenente Anibal Gauyer de Azevedo, oficial do estado maior do Exército, engenheiro militar e civil

Ano de publicação: 1932

Local: Recife

Editora: s.ed.

Número de páginas: 30

Autoridades:

  • Azevedo, Aníbal Guayer de (Autor)

Notas:

Título da capa: Discurso dinamite pronunciado pelo Tenente Guayer de Azevedo, no Clube Militar, em 1922, desmascarando Epitácio e sua grei nefanda. Os 18 de Copacabana, avançando para a imortalidade a 5 de julho de 1922, alguns dias pós o fechamento do Clube Militar, pelo famigerado presidente Epitácio Pessoa. Arquivo Augusto do Amaral Peixoto: AAP-5f - reg. 02.608/78

Arquivos:


Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.



CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados