CHAVES, EDUARDO DE CARVALHO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CHAVES, Eduardo de Carvalho
Nome Completo: CHAVES, EDUARDO DE CARVALHO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
CHAVES, EDUARDO DE CARVALHO

CHAVES, Eduardo de Carvalho

*militar; ch. EME 1963; ch. Depto. Ger. Pess. Ex. 1963-1964.

 

Eduardo de Carvalho Chaves nasceu em Curitiba no dia 28 de março de 1900, filho de Antônio Augusto de Carvalho Chaves e de Rosa de Carvalho Chaves. Seu pai foi deputado federal pelo Paraná de 1904 a 1914 e interventor federal no estado em 1947.

Transferindo-se com a família para o Rio de Janeiro, então Distrito Federal, estudou no Colégio Militar, pelo qual se formou em 1916. Em fevereiro do ano seguinte sentou praça na Escola Militar do Realengo, sempre no Rio, daí saindo aspirante da arma de infantaria em dezembro de 1919. Foi promovido a segundo-tenente em abril de 1920 e a primeiro-tenente em setembro de 1922. Formou-se depois pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Paraná, publicando em 1927 as teses Exame da estabilidade dos encontros e pilares de alvenaria e O emprego dos normogramas como simplificadores dos cálculos do engenheiro-arquiteto. Em dezembro de 1929 atingiu o posto de capitão, em setembro de 1937 obteve sua promoção a major, em maio de 1942 a tenente-coronel e em dezembro de 1944 a coronel. Pertenceu a uma das primeiras turmas da Escola Superior de Guerra, e em dezembro de 1952 foi promovido a general-de-brigada e nomeado comandante da Infantaria Divisionária (ID/7) da 7ª Região Militar (RM).

Serviu em vários estados durante sua longa carreira militar, tendo sido instrutor da Escola Estadual de Exército, no Paraná, comandante da 4ª RM, em Juiz de Fora (MG), da 6ª RM, em Salvador, da 7ª RM, em Recife, e ainda diretor da Divisão de Instrução e da Diretoria de Ensino e Formação do Exército, no Rio.

Já no posto de general-de-exército, em abril de 1963, no governo de João Goulart, foi nomeado chefe do Estado-Maior do Exército (EME), substituindo o general José Machado Lopes, que retornou ao cargo em junho seguinte. Ainda em dezembro desse ano, assumiu a chefia do Departamento Geral de Pessoal do Exército, anteriormente ocupada pelo general Artur da Costa e Silva. Exerceu essas funções até abril de 1964, pouco depois da eclosão do movimento político-militar que depôs João Goulart, ocasião em que foi substituído pelo general Valdemar Levi Cardoso e passou para a reserva com a patente de marechal.

Fez os cursos de aperfeiçoamento de oficiais, de estado-maior, de comando superior da Escola de Guerra Naval e durante muitos anos foi professor catedrático da atual Universidade Federal do Paraná.

Faleceu no Rio de Janeiro em 30 de junho de 1981, tendo sido o primeiro militar paranaense a atingir o posto de marechal.

Foi casado com Maria Alice Catalão de Carvalho Chaves, com quem teve um filho.

 

 

FONTES: CORRESP. SECRET. GER. EXÉRC.; COUTINHO, A. Brasil; Estado de S. Paulo (3/7/81); Jornal do Brasil (3/7/81); MIN. GUERRA. Almanaque (1958); MOREIRA, J. Dic.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados