GOMES, ANAPIO

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: GOMES, Anápio
Nome Completo: GOMES, ANAPIO

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
GOMES, ANÁPIO

GOMES, Anápio

*militar; pres. Bco. Bras. 1953.

 

Anápio Gomes nasceu em Gravataí (RS) no dia 29 de julho de 1895, filho dos agricultores Adriano Gomes e Tomásia Gomes.

Sentou praça em outubro de 1913, tornando-se segundo-tenente em junho de 1920 e primeiro-tenente em janeiro de 1921. Transferido para o quadro de oficiais administrativos foi promovido a capitão em setembro de 1922. Em 1924 fez o curso de intendência de guerra, sendo incluído no ano seguinte no quadro de intendentes de guerra. Em janeiro de 1928 alcançou o posto de major e, em setembro de 1936, o de tenente-coronel.

Promovido a coronel em maio de 1938, comandou a Escola de Intendência do Exército de 1941 a 1944. Nesse ínterim, tornou-se em 1943 membro da Câmara de Tarifas Aduaneiras e Tratados Comerciais do Conselho Federal de Comércio Exterior. Em agosto de 1944 substituiu João Alberto Lins de Barros na direção da Coordenação da Mobilização Econômica, organismo criado dois anos antes com a função de equacionar a economia do país diante da situação de emergência determinada pela Segunda Guerra Mundial. Subordinada diretamente ao presidente Getúlio Vargas, que designava o coordenador na qualidade de seu delegado, a coordenação foi extinta ao fim da guerra, em 1945.

Em julho de 1945 Anápio Gomes foi promovido a general-de-brigada intendente, passando logo em seguida a integrar a Comissão de Planejamento Econômico do Conselho de Segurança Nacional. Em 1948 tornou-se membro da comissão central da chamada Missão Abbink, nome pelo qual se tornou conhecida a Comissão Mista Brasileiro-Americana de Estudos Econômicos. Nesse mesmo ano integrou a Câmara de Distribuição e Mercado Interno do Conselho Federal de Comércio Exterior, cuja presidência chegou a exercer interinamente.

Diretor da Carteira de Exportação e Importação (Cexim) do Banco do Brasil de outubro de 1949 a abril de 1950, nesse mesmo ano passou para a reserva e tornou-se diretor da Carteira de Crédito Geral, cargo pelo qual respondeu até 1952. Em janeiro de 1953 foi nomeado por Vargas presidente interino do Banco do Brasil em substituição a Ricardo Jafet, tendo exercido a função até agosto seguinte, quando foi substituído por Marcos de Sousa Dantas.

Principal acionista de Deproqui-Produtos Químicos, Comércio e Indústria, tornou-se em 1972 membro do conselho consultivo da Companhia Fiat Lux de Fósforos de Segurança.

Faleceu no Rio de Janeiro no dia 12 de outubro de 1979.

Publicou, além de numerosos artigos em revistas militares, Alguns aspectos do Serviço de Intendência, Radiografia do Brasil (1955) e Economia de guerra no Brasil, em cinco volumes.

 

 

FONTES: ARQ. MUSEU HIST. BANCO DO BRASIL; BULHÕES, O. Margem; CARONE, E. Estado; COSTA, M. Cronologia; GOMES, A. Radiografia; HIRSCHOWICZ, E. Contemporâneos; Jornal do Brasil (13/10/79); MIN. GUERRA. Almanaque (1949); SALES, D. Razões; SOARES, E. Instituições.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados