MAGALHAES, PLINIO POMPEU DE SABOIA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: MAGALHÃES, Plínio Pompeu de Sabóia
Nome Completo: MAGALHAES, PLINIO POMPEU DE SABOIA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
MAGALHÃES, PLÍNIO POMPEU DE SABÓIA

MAGALHÃES, Plínio Pompeu de Sabóia

*dep. fed. CE 1935-1937; const. 1946; sen. CE 1946-1955.

 

Plínio Pompeu de Sabóia Magalhães nasceu em Sobral (CE) no dia 3 de março de 1892, filho de João Pompeu de Sabóia Magalhães e de Jacinta Sabóia Magalhães.

Formou-se em engenharia em 1914 e trabalhou na Inspetoria de Secas, na Estrada de Ferro Viação Cearense, no Abastecimento de Água de Campinas (SP) e da cidade de São Paulo e na Estrada de Ferro Sorocabana (SP), tendo dirigido ainda obras públicas no Ceará.

Após a Revolução de 1930, candidatou-se em maio de 1933 na legenda do Partido Social Democrático (PSD) cearense às eleições para a Assembléia Nacional Constituinte, obtendo apenas uma suplência. Eleito em outubro de 1934 para a legislatura ordinária que se seguiu à Constituinte, assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados em maio do ano seguinte, cumprindo o mandato até novembro de 1937, quando o advento do Estado Novo dissolveu todos os órgãos legislativos do país. Ainda em 1937, foi prefeito de Fortaleza e chefe da Delegacia do Domínio da União no Ceará.

Após o fim do Estado Novo (29/10/1945), elegeu-se no pleito de dezembro de 1945 senador pelo Ceará na legenda da União Democrática Nacional (UDN). Empossado em fevereiro de 1946, participou dos trabalhos constituintes e, após a promulgação da nova Carta (18/9/1946), permaneceu no exercício de seu mandato até janeiro de 1955. Durante essa legislatura foi quarto-secretário da mesa diretora do Senado, tendo votado contra o projeto do senador Ivo d’Aquino que, aprovado em outubro de 1947, permitiu a cassação em janeiro de 1948 dos mandatos dos parlamentares eleitos na legenda do Partido Comunista Brasileiro, então Partido Comunista do Brasil (PCB).

Faleceu em Sobral no dia 27 de maio de 1994.

Era casado com Maria Soledade Sabóia Pompeu, com quem teve três filhos. Sua neta, Patrícia Sabóia Ferreira Gomes — ex-mulher de Ciro Gomes (governador do Ceará entre 1991 e 1994, ministro da Fazenda em 1994 e candidato a presidente da República em 1998) — foi vereadora à Câmara Municipal de Fortaleza (1997-1998) e tornou-se deputada estadual em 1999.

 

FONTES: ASSEMB. NAC. CONST. 1934. Anais (1); Boletim Min. Trab. (5/36); CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Relação nominal; CISNEIROS, A. Parlamentares; Diário do Congresso Nacional; GALVÃO, F. Fechamento; INF. FAM.; IPC. Relação; NICOLAS, M. Cem; SILVA, G. Constituinte; TRIB. SUP. ELEIT. Dados (7).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados