NISIA COIMBRA FLORES CARONE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: CARONE, Nísia
Nome Completo: NISIA COIMBRA FLORES CARONE

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
CARONE, Nísia

CARONE, Nísia

* dep. fed. MG 1967-1969.

 

Nísia Coimbra Flores Carone nasceu em Muriaé (MG) no dia 16 de outubro de 1928, filha de Orlando Barbosa Flores e de Maria Coimbra Flores. Seu pai foi deputado estadual constituinte em Minas Gerais (1935-1937) e prefeito de sua cidade natal.

Casou-se com Jorge Carone Filho, membro de tradicional família de políticos do interior mineiro, vereador (1950-1954) e prefeito (1954-1958) de Visconde do Rio Branco (MG), deputado estadual (1959-1962) e finalmente eleito prefeito de Belo Horizonte em 1961. Em janeiro de 1965, Jorge Carone foi destituído da prefeitura pelo governo do estado, a título de combater a corrupção e a inércia administrativa. Deposto, candidatou-se a deputado federal no pleito de novembro de 1966, mas, a quatro dias das eleições, teve seus direitos políticos suspensos pelo então presidente Humberto Castelo Branco, com base no Ato Institucional no 2 (27/10/65).

Em vista da cassação do marido, Nísia Carone, contadora e escrevente juramentada no cartório de que este era titular, lançou-se em seu lugar, tendo sido eleita deputada federal por Minas Gerais na legenda do Movimento Democrático Brasileiro (MDB.) - agremiação de oposição ao regime militar instaurado no país em abril de 1964 -, ao cabo de apenas quatro dias de campanha, com pouco mais de 14.000 votos.

Assumiu em fevereiro de 1967 uma cadeira na Câmara, onde sua atuação se pautou pela apresentação de projetos beneficiando os punidos pelos atos institucionais. Em 1o de outubro de 1969, teve por sua vez o mandato cassado e os direitos políticos suspensos por dez anos com base no Ato Institucional no 5, baixado em 13 de dezembro do ano anterior.

Anistiada em 1979, não retornou, contudo, à carreira política. Formando-se em direito, veio mais tarde a trabalhar como advogada no Serviço de Proteção do Consumidor  (Procon), de Belo Horizonte.

Teve quatro filhos de seu casamento com Jorge Carone Filho. Um deles, Antônio Carlos Flores Carone, foi vereador em Belo Horizonte. O segundo, Jorge Orlando Flores Carone, foi deputado estadual em Minas entre 1975 e 1979. Seu sogro, Jorge Carone, exerceu o mandato de deputado estadual constituinte entre 1935 e 1937.

 

FONTES: ARQ. DEP. PESQ. JORNAL DO BRASIL; ASSEMB. LEGISL. MG. Dicionário biográfico; CÂM. DEP. Deputados; CÂM. DEP. Deputados brasileiros. Repertório (1967-1971); Jornal da Tarde (2/10/69); INF. Antônio Carlos Flores Carone; Jornal do Brasil (10/7/77); Rev. Arq. Publ.  Mineiro (12/76); TRIB. SUP. ELEIT. Dados (8).

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados