PINTO, MANUEL LACERDA

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: PINTO, Manuel Lacerda
Nome Completo: PINTO, MANUEL LACERDA

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
PINTO, MANUEL LACERDA

PINTO, Manuel Lacerda

*magistrado; const. 1934.

Manuel Lacerda Pinto nasceu em Lapa (PR) no dia 4 de dezembro de 1893, filho de Manuel Rodrigues Pereira Pinto e de Rita Lacerda Pinto. Seu tio, Joaquim Correia de Lacerda, participou da luta contra os federalistas gaúchos em 1893 e foi senador de 1897 a 1899.

Fez os estudos secundários no Ginásio Paranaense, transferindo-se posteriormente para São Paulo, onde se bacharelou em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito dessa cidade em 1917.

Durante o Governo Provisório de Getúlio Vargas (1930-1934), integrou como advogado o Conselho Consultivo do Estado do Paraná desde a sua instalação, em dezembro de 1931, até julho do ano seguinte.

No pleito de maio de 1933 elegeu-se deputado pelo Paraná à Assembléia Nacional Constituinte na legenda do Partido Social Democrático (PSD) de seu estado, ocupando sua cadeira em novembro do mesmo ano. Participou dos trabalhos constituintes e, com a promulgação da nova Carta (16/7/1934), teve o mandato estendido até maio de 1935.

De volta ao Paraná, exerceu as funções de procurador-geral do estado, secretário do Interior e Justiça, presidente do Tribunal de Justiça e vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral. Professor da Escola Normal de Curitiba e da Faculdade de Filosofia da Universidade do Paraná, foi também catedrático da Faculdade de Direito dessa mesma universidade.

Membro do Instituto dos Advogados Brasileiros e da Associação dos Magistrados Brasileiros, foi também poeta e prosador, tendo participado da fundação da Academia Paranaense de Letras e pertencido ao Centro de Letras do Paraná e ao Círculo de Estudos Bandeirantes.

Casou-se com Ester Lacerda Pinto, com quem teve quatro filhos.

Faleceu em 1974.

Além de diversas conferências e discursos, publicou Apelação cível (1920), Fontes rústicas (1923), Dois livros de Antero de Figueiredo (1930), O fundamento do imposto (1936) e Em memória do desembargador Hugo Gutierrez Simas (em colaboração, 1942).

FONTES: GODINHO, V. Constituintes; MENESES, R. Dic.; MOREIRA, J. Dic.; NICOLAS, M. Cem; SOC. BRAS. EXPANSÃO COMERCIAL. Quem.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados