VILELA, Leonardo

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: VILELA, Leonardo
Nome Completo: VILELA, Leonardo

Tipo: BIOGRAFICO


Texto Completo:
Leonardo Moura Vilela

VILELA, Leonardo

* dep. fed. GO 2003-2007; 2007-2011; 2011-.

 

                Leonardo Moura Vilela nasceu em Belo Horizonte, em  22 de dezembro de 1963, filho de João Batista Paniago Vilela e Corina Célia Moura Vilela.

                               Formou-se em medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 1987, especializando-se como pediatra e anestesista. Em 1991 foi eleito presidente do Sindicato Rural de Mineiros e, em seguida, ocupou por dois mandatos consecutivos a vice-presidência da Federação da Agricultura do Estado de Goiás (FAEG), de 1995 e 2001. Nos três últimos anos nessa função, tornou-se também diretor da Associação Brasileira dos Produtores de Leite.

                Sua estréia na militância partidária ocorreu através de sua filiação ao Partido Progressista Brasileiro (PPB). Na campanha eleitoral de 1998, integrou a equipe de coordenação do plano de gestão do então candidato a governador de Goiás, Marconi Perillo, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), que seria eleito. No período de 1999 a 2001 ocupou o cargo de secretário estadual da Agricultura no governo de Perillo (1999-2006).

Leonardo Vilela elegeu-se a deputado federal por Goiás, na legenda do PPB em 2002.  Durante seu primeiro mandato foi membro titular na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados. Em 2004 ocupou a presidência da Comissão de Política Rural, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural.

Em 2005 integrou o movimento de produtores rurais conhecido como “Tratoraço”, que denunciava perdas de renda, frete caro e alto custo de produção e chegou a paralisar estradas em 12 estados brasileiros, em busca de apoio de opinião pública contra a orientação da política agrícola federal do Governo Luís Inácio Lula da Silva (2003-2011). Em conseqüência, transferiu-se para a principal legenda de oposição ao Governo, o PSDB. Elegeu-se presidente do Diretório do PSDB em Goiás para mandato 2007-2009. Ainda em 2007, licenciou-se da Câmara para desempenar o cargo de secretário estadual, na pasta de Infra-Estrutura, ainda na gestão de Marconi Perillo.

Nas eleições de 2006 foi reeleito, assumindo seu segundo mandato em fevereiro de 2007. Entre 2007 e 2010 foi vice-líder do PSDB na Câmara, além de ter integrado a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. Reelegeu-se em 2010, com 91.924 votos. Assumiu o mandato em fevereiro de 2011, mas licenciou-se no mesmo mês para exercer o cargo de secretário estadual de meio ambiente e recursos hídricos, a convite do governador de Goiás, Marconi Perillo.

Publicou Primeiro Ano de Trabalho Parlamentar (2003); Evolução da Produção de Grãos em Goiás (2003); Atividade Parlamentar (2004); O Governo contra o Produtor - Como o Brasil pode sair da pior crise agrícola dos últimos anos (2006); e A anulação do Congresso Nacional (2008).

                  

                FONTES: Portal da Câmara dos Deputados. Disponível em: <http://www2.camara.gov.br>. Acesso em 10/09/2009 e 12/12/2013; Portal pessoal de Leonardo Vilela. Disponível em: <http://www.leonardovilela.com.br>. Acesso em 10/09/2009; Portal do Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: <http://www.tse.jus.br>. Acesso em 13/12/2013. 

               

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados