ALIANCA MATO-GROSSENSE

Ajuda
Busca

Acervos
Tipo
Verbete

Detalhes

Nome: ALIANÇA MATO-GROSSENSE
Nome Completo: ALIANCA MATO-GROSSENSE

Tipo: TEMATICO


Texto Completo:
ALIANÇA MATO-GROSSENSE

ALIANÇA MATO-GROSSENSE

 

Partido político mato-grossense fundado em 1936 a partir das cisões ocorridas no Partido Liberal Mato-Grossense e no Partido Evolucionista de Mato Grosso. Reuniu os membros dos dois partidos que apoiavam Filinto Müller e eram liderados pelos senadores João Vilasboas e Vespasiano Barbosa Martins. Foi extinta pelo Decreto nº 37, junto com os demais partidos do país, em 2 de dezembro de 1937, após a instalação do Estado Novo.

A Aliança Mato-Grossense colocou-se na oposição ao Partido Republicano Mato-Grossense, que apoiava o governador Mário Correia da Costa, eleito pela Assembléia Constituinte Estadual em 1935. Apesar de sua política de pacificação entre os partidos, Mário Correia da Costa viu crescer dia a dia a oposição a seu governo.

Em 22 de dezembro de 1936, elementos ligados ao governo praticaram um atentado contra a oposição do qual saíram feridos os senadores Vespasiano Martins e João Vilasboas. Este último denunciou o governador junto à Corte de Apelação do estado, acusando-o de crime de responsabilidade. Os deputados da Aliança Mato-Grossense pediram garantias e asilo no quartel do 16º Batalhão de Caçadores, comandado pelo major Mário de Magalhães Barata. Diante do agravamento da situação, o governo federal começou a enviar tropas a Cuiabá, para garantir o funcionamento da Assembléia Legislativa.

Com as eleições municipais de 20 de janeiro de 1937, a tensão tornou a se agravar e o jornal da Aliança Mato-Grossense, O Evolucionista, foi censurado. Nova intervenção federal ocorreu no dia 6 de março, sendo nomeado interventor o capitão Manuel da Silva Pires, que governou até o mês de setembro. Nesse momento, com a morte de Mário Correia da Costa, a Assembléia Legislativa elegeu Júlio Strubing Müller para o governo estadual.

Na convenção de lançamento da candidatura oficial de José Américo de Almeida à presidência da República, realizada em 25 de maio de 1937, a Aliança Mato-Grossense foi representada pelos senadores Vespasiano Martins e João Vilasboas.

 

FONTES: Diário de Notícias, Rio (25/6/37); MENDONÇA, R. História.

 

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados