Carlos Machili

Entrevista

Carlos Machili

Entrevista realizada no contexto do projeto “Cientistas sociais de países de Língua Portuguesa: histórias de vida”, com financiamento do Programa de Cooperação em matéria de Ciências Sociais para os países da comunidade de Língua Portuguesa (Programa Ciências Sociais CPLP) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O projeto teve vigência de dois anos (2008/2009). Para ter acesso à transcrição e ao vídeo da entrevista clique aqui.
Forma de Consulta:
Entrevista em texto disponível para download.
Entrevista em vídeo disponível na Sala de Consulta do CPDOC e trechos no portal.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Guilherme Mussane
Data: 15/8/2008
Local(ais):
Maputo ; -- ; Moçambique

Duração: 1h15min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Carlos Machili
Nascimento: 1/1/0001; -; --; Moçambique;

Formação: Graduação em Filosofia pela Universidade Gregoriana. Doutorado em Ciência Política pela Universidade de Roma.
Atividade: Ex-reitor da Universidade Pedagógica (UP), de Moçambique. Diretor de Assuntos Religiosos no Ministério da Justiça.

Equipe

Levantamento de dados: Guilherme Mussane;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Guilherme Mussane;

Transcrição: Maria Izabel Cruz Bitar;

Conferência da transcrição: Carlos Subuhana ;

Técnico Gravação: Marco Dreer Buarque;

Sumário: Tatiane Carla Oliveira da Silva;

Temas

África;
Banco Mundial;
Ciência política;
Ciências Sociais;
Educação;
Elites;
Elites políticas;
Filosofia;
Formação acadêmica;
Igreja Católica;
Instituições políticas;
Ministério da Justiça;
Moçambique;
Papa Paulo VI;
Paulo Reglus Neves Freire ;
Pensamento católico;
Religião;

Sumário

Entrevista: 15.08.2008

Anos de formação; as razões para estudar Filosofia e, posteriormente, Ciência Política; o encontro com o papa Paulo VI; o papel do entrevistado nesse encontro; o movimento de libertação na África e a posição de Paulo VI acerca deste; comentários sobre as Encíclicas de Paulo VI, João XXIII e Leão XIII; o contexto do seu estudo sobre as instituições políticas africanas: os professores de Ciências Políticas da Pontifícia Universidade Gregoriana (PUG); a criação da Comissão Econômica Européia (ECE); a influência de Bernardo Bernardi; comentários sobre o desenvolvimento do pensamento de Eduardo Chivambo Mondlane; a importância dos estudos de Janet Mondlane; as primeiras áreas de pesquisa do entrevistado; a influência de Merleau-Ponty, da Escola de Frankfurt e outros pensadores no estudo da fenomenologia; a influência do professor Augusto del Noce; o estudo das elites moçambicanas; a experiência na Universidade Pedagógica de Moçambique; os anos de trabalho no Ministério da Justiça; a recusa de seu ingresso na Universidade Eduardo Mondlane; o cientista social na atualidade em comparação com outras épocas; o desenvolvimento e importância das Ciências Sociais Brasileiras; a importância de Janet Mondlane e Sérgio Vieira na formação do entrevistado; menção ao livro “Éduquer ou périr” de Joseph Ki-Zerbo; a ausência de investimentos do Banco Mundial; o encontro com Paulo Freire; a necessidade de uma reforma do ensino superior na África Austral.
Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados