Pedro Abramovay I

Entrevista

Pedro Abramovay I

Entrevista realizada no contexto do projeto "Memórias do Pronasci", desenvolvido pela Fundação Getulio Vargas, através da FGV Projetos, em convênio com o Ministério da Justiça, entre agosto de 2008 e setembro de 2009. O projeto resultou na formação de um banco com cerca de 25h de entrevistas e um livro sobre o tema. O principal objetivo é registrar a memória das políticas públicas no Brasil contemporâneo, tomando por base experiências inovadoras da gestão do Estado. Está norteado por duas clivagens: o processo político (governo, agentes de segurança pública e representantes da sociedade civil - quem concebeu e/ou recebeu o Pronasci) e o processo técnico (o trabalho realizado pelo Ministério da Justiça e o monitoramento da FGV - ressaltando as técnicas e soluções empregadas).
Forma de Consulta:
Entrevista publicada em livro.
Referência completa: "Segurança e cidadania: memórias do Pronasci: depoimentos ao Cpdoc/FGV". Marieta de Moraes Ferreira e Ângela Britto (Orgs.).Rio de Janeiro:Editora FGV, 2010.516p.:il.

Tipo de entrevista: Temática
Entrevistador(es):
Marieta de Moraes Ferreira
Angela Britto da Cunha
Data: 23/1/2009
Local(ais):
Brasília ; DF ; Brasil

Duração: 1h33min

Dados biográficos do(s) entrevistado(s)

Nome completo: Pedro Vieira Abramovay
Nascimento: 18/4/1980; São Paulo; SP; Brasil;

Formação: Direito pela USP.
Atividade: Assessor do gabinete da prefeitura de São Paulo (Marta Suplicy). Assessor jurídico da liderança do governo no senado. Assessor especial do Ministério da Justiça. Secretário de assuntos legislativos do Ministério da Justiça. Coordenador das reformas do código de trânsito brasileiro. Participou da formulação do Pronasci.

Equipe

Levantamento de dados: Angela Britto da Cunha;
Pesquisa e elaboração do roteiro: Marieta de Moraes Ferreira;

Transcrição: Lia Carneiro da Cunha;

Conferência da transcrição: Angela Britto da Cunha;

Técnico Gravação: Marco Dreer Buarque;

Temas

Assuntos familiares;
Direito;
Direitos sociais;
Estado de defesa;
Estado e sociedade;
Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo;
Formação acadêmica;
Formação profissional;
Lei de segurança nacional;
Márcio Thomas Bastos;
Marta Suplicy;
Ministério da Justiça;
Movimento estudantil;
Mulher;
Partido dos Trabalhadores - PT;
Poder judiciário;
Poder legislativo;
Polícia;
Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania;
Programas sociais;
Projetos sociais;
Ronaldo Teixeira da Silva;
São Paulo;
Segurança nacional;
Segurança pública;
Tarso Genro;
Terrorismo;
Trajetória política;
Universidade de São Paulo;

Sumário

Entrevista: 23/1/2010

Ano e local de nascimento; trajetória acadêmica: a Faculdade de Direito do largo de São Francisco, na Universidade de São Paulo; a importância de ter sido presidente do Centro Acadêmico 11 de Agosto; o trabalho no gabinete da prefeita Marta Suplicy, em São Paulo (2002); a proximidade com os Partidos dos Trabalhadores (PT); a influência do pai na sua formação: petista, sociólogo e professor da Faculdade de Economia da USP; a experiência de ter trabalhado junto com Aloizio Mercadante como assessor jurídico da liderança, em 2002; o convite para ser assessor especial do Ministro Marcio Thomaz Bastos no Ministério da Justiça, em 2004; o trabalho como secretário de Assuntos Legislativos, em 2006; a continuidade no cargo de secretário após a entrada do Ministro Tarso Genro em 2007; a função na Secretaria: elaboração de uma estrutura institucional jurídica e a formação de normas; a relação entre o legislativo e as Universidades por meio do projeto “Pensando o Direito”: o estímulo às pesquisas jurídicas; a discussão sobre a nova Lei de Segurança Nacional dentro de um Estado Democrático; a questão teórica do significado da palavra terrorismo: novas formulações após a eleição de Barack Obama; a diferença de governo do Ministro Marcio Thomaz (2004) e de Tarso Genro (2007); o Programa Nacional de Segurança Pública com cidadania (Pronasci) como fruto da gestão inovadora do Ministro Tarso Genro; algumas pessoas que formularam o Pronasci em março de 2007: Ronaldo Teixeira da Silva (professor Nado), Zaqueu Teixeira, Maria da Glória Neta, entre outros; a importância dos debates feitos com diversas instâncias institucionais; o planejamento para a formulação da “Bolsa-Formação”: remuneração maior para quem fizer cursos; objetivos do Pronasci: a conciliação de prevenção com repressão qualificada; a importância da aplicação de uma política de recursos humanos para os policiais; a prioridade do Pronasci: se preocupar com uma política territorial, valorização do policial, e a questão penitenciária; os projetos sociais como minimizadores de conflitos diretos; as etapas para a aceitação do Pronasci; a importância do programa “Mulheres da Paz”: refletir sobre os direitos da mulher na sociedade; a necessidade de resolução de problemas internos no Pronasci para consolidar o projeto........................ pp.207-223.

Para enviar uma colaboração ou guardar este conteúdo em suas pesquisas clique aqui para fazer o login.

CPDOC | FGV • Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil
Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro - RJ - 22253-900 • Tels. (21) 3799.5676 / 3799.5677
Horário da sala de consulta: de segunda a sexta, de 9h às 16h30
© Copyright Fundação Getulio Vargas 2009. Todos os direitos reservados